Cardano (ADA)

1Y
ADA
0.1645 USD +4.86%
0.00000850 BTC +3.16%
ADA
$ 0.1645 +4.86%
0.00000850 BTC +3.16%
Negocie agora
Grafico:
  • 1M
  • 3M
  • 6M
  • 1Y
  • ALL
Graph data for Cardano is currently unavailable.
O que é Cardano?
A Cardano é uma rede de avaliação por pares com base na tecnologia de blockchain. A rede da Cardano é uma plataforma de contrato inteligente que consiste em duas camadas. A camada de cima chama-se Camada de Liquidação de Cardano e tem o propósito de liquidar transações onde se usa ADA como meio para enviar e receber pagamentos. A segunda camada chama-se Camada de Controlo. A Camada de Controlo representa um ambiente operacional para contratos inteligentes. Dividir a arquitetura da rede em duas camadas resulta numa rede escalável onde duas operações em simultâneo podem ser levadas a cabo – operações de contrato inteligente e valor de troca.

A segunda camada ainda tem que se tornar operável, uma vez que ainda está a ser desenvolvida como uma Camada Computacional onde operações de contrato são ativadas. Também há planos para a plataforma ser interoperável com sistemas financeiros tradicionais. O projeto facilita interoperabilidade, sustentabilidade e escalabilidade. Pequenos grupos de equipas científicas e académicas estão a competir com a pesquisa de análise por pares, enquanto a arquitetura da rede é separada por camadas e tem a capacidade de melhorar sem resultar em moedas bifurcadas. Todos estes fatores fazem da Cardano uma plataforma de terceira geração que valoriza a escalabilidade como uma parte do desenvolvimento necessário. Para ativar a escalabilidade, a Cardano está a investigar uma nova tecnologia criada por John Day – RINA. RINA, ou Arquitetura Inter-rede Recursiva, pode estruturar a plataforma ao criar uma rede heterogénea.

RINA também facilita transparência e privacidade juntamente com escalabilidade. O objetivo principal do projeto da Cardano é criar uma internet de blockchains, que é um ecossistema criado a partir de várias correntes laterais que conectam diferentes redes de blockchain. Este caso permite a comunicação entre cadeias, ou seja, a rede Ethereum pode comunicar com a rede Cardano, por exemplo. O projeto Cardano ainda está em desenvolvimento de acordo com o plano, enquanto que a transação com o ADA está ativada.

Tecnologia & Fornecimento

Saiba mais sobre as informações técnicas de ativos digitais

Tipo de Moeda Coin
Tipo de Prova Proof of Stake
Fornecimento Total 45,000,000,000 ADA
Fornecimento Circulante 31,112,484,646 ADA

O que é a ADA?

ADA é uma moeda nativa da rede Cardano e funciona na camada superior da plataforma. A Camada de Liquidação Cardano usa ADA para trocar valor e fazer transações. A ADA não é usada apenas para transações, pois a moeda também estimula o desenvolvimento, a criação e a utilização de contratos inteligentes e Dapps na segunda camada da rede. ADA pode dar acesso à Dapps na rede. Ao mesmo tempo, a ADA é uma das principais criptomoedas do mercado. O fornecimento máximo de ADA é fixado em 45,000,000,000 de unidades. As transações da ADA são validadas e verificadas através de delimitações.

Carteira de Cardano

A Cardano (ADA) usa uma carteira especial criada para armazenar s ADA chamads Daedalus. Para poder usar moedas da ADA, os utilizadores precisam de descarregar a carteira Daedalus. A carteira é criada especificamente para armazenar e usar ADA e representa uma carteira determinística hierárquica com propriedades de várias plataformas e segurança interna. Depois de descarregar a Daedalus no site oficial da Cardano, os utilizadores podem instalar a carteira no seu computador e executar a aplicação. A carteira está pronta para ser usada para armazenar, enviar e receber ADA. A Daedalus também regista pagamentos recebidos e enviados, para que os utilizadores possam aceder ao seu histórico de transações. O histórico de todas as transações também pode ser acedido através do Cardano Block Explorer.

Além disso, a Daedalus oferece segurança e proteção contra ataques de malware através do uso de palavras-passe e chaves privadas encriptadas. Os fundos dos utilizadores também podem ser mantidos em armazenamento congelado, uma vez que a Daedalus pode ser exportada na forma de uma carteira de papel para aumentar a segurança. A Daedalus também suporta certificados de resgate ADA encriptados e não-encriptados. A Daedalus funciona ao descarregar uma cópia completa da blockchain Cardano, o que significa que a carteira está a fazer uma validação independente de todas as transações no histórico da cadeia. A Daedalus é, portanto, classificada como uma carteira de node completo que facilita a segurança máxima e operações sem confiança, sem a interferência de terceiros. As funcionalidades de backup e restauração podem ser usadas ​​para restaurar os fundos da ADA quando for necessário, enquanto que os utilizadores podem organizar os seus fundos da ADA em várias carteiras. A Daedalus foi desenvolvida na camada superior de uma plataforma de código aberto para aplicações de computador de plataforma cruzada chamada Electron.

A Daedalus também alberga um feed de notícias, que permite que os utilizadores mantenham o contacto com as notícias mais recentes e importantes relacionadas com a Cardano e ADA. Por fim, a Daedalus é criada para permitir a exibição personalizada da interface da carteira, onde os utilizadores podem escolher entre seis temas diferentes. Também há planos para a carteira suportar Bitcoin (BTC) e Ethereum Classic (ETC) e fornecer uma loja de aplicações onde os utilizadores podem obter aplicações criadas pela comunidade para qualquer criptomoeda. A carteira é suportada por todos os sistemas operacionais e há uma versão móvel disponível para iOS e Android.

Delimitação de Cardano

As transações de ADA da Cardano são validadas através do processo de delimitação. Para delimitar e validar transações, a Cardano usa um algoritmo especial chamado Ouroboros. Ouroboros implementa o algoritmo Prova de Delimitação de uma maneira diferente da que a PoS seria implementada. Um algoritmo típico de Prova de Delimitação teria nodes com participação máxima, que é o maior número de criptos que criam blocos na blockchain. No entanto, Ouroboros implementa o algoritmo PoS dividindo o tempo físico necessário para transações em períodos fixos de tempo. Esses períodos fixos são épocas divididas em secções. As épocas são circulares, o que significa que sempre que uma época termina, outra fica online, enquanto as secções mudam de turnos nas épocas. Cada época é atribuída a um líder de secção. Essas secções são selecionadas por nodes que já participaram na geração de novas moedas ou partes interessadas.

Os líderes de secções devem criar blocos e confirmar transações na blockchain da Cardano. Uma vez que as secções funcionam por turnos, sempre que um líder de secção falhar na validação, outro líder de secção assume a função de validador na próxima época. Quando um líder de secção cria uma transação, o próximo conjunto de partes interessadas está pronto para aprovar as transações. O segundo conjunto de partes interessadas é responsável pela execução do protocolo. Pode haver uma única parte interessada ou vários endossantes dentro de uma determinada época, enquanto que os líderes das faixas horárias são escolhidos com base nas delineações do sistema eleitoral que possui duas entradas. Um sistema de computação multipartidário é a primeira entrada em que um conjunto de partes interessadas faz uma computação semelhante a um sorteio e depois partilha o resultado entre as partes interessadas. A distribuição da aposta é a segunda entrada em que os nodes com o maior número de moedas têm maior probabilidade de serem eleitos como líderes de secção. Quando os validadores aprovam e validam transações, são recompensados ​​com ADA.

A quantidade de recompensas com base em ADA para delinear depende do valor das apostas, ou seja, o número de moedas ADA congeladas usadas para delinear. O facto de o protocolo Ouroboros ser implementado sobre o algoritmo Prova de Delineação significa que todas as partes interessadas têm a mesma hipótese de se tornarem num validador e ganhar recompensas por participar na geração de blocos e verificação de transações. Além disso, a blockchain da Cardano separa os dados que não são relevantes e apoia-se na blockchain dos dados relacionados às transações ativas, facilitando a escalabilidade. A equipa está a fazer por acelerar as transações e melhorar a escalabilidade, introduzindo o "Sharding". O sharding funciona ao aumentar a velocidade da rede com base no número crescente de transações - quanto mais utilizadores a rede tiver, mais rápido será o processo de verificação. A Cardano testou a capacidade da rede em 2017, o que resultou em 257 transações registadas por segundo. O objetivo é aumentar esse número para dezenas de milhares de transações por segundo. As recompensas em ADA são divididas em três partes interessadas na cadeia, que incluem partes interessadas de computação multipartidárias, partes interessadas de entrada (endossantes) e líderes de secção.

Dapps da Cardano

A segunda camada do Cardano é criada para o desenvolvimento da Dapp e operações inteligentes de contrato. A equipa IOHK da Cardano para liderar o desenvolvimento criou ferramentas para a criação da Dapp. As ferramentas são chamadas Plutus e Marlowe. A Plutus é uma linguagem de programação de uso geral baseada em Haskel para criar aplicações descentralizadas para o setor de fintech. Antes de novos contratos inteligentes serem implantados na blockchain, a Plutus usa um simulador de blockchain para permitir testes e exploração. Marlowe é semelhante ao Emerald SDK e foi desenvolvido como um código gerado por não-programadores. Portanto o Marlow representa uma ferramenta especial para não-codificadores que não estão familiarizados com a complexidade da programação, mas ainda gostariam de criar Dapps.

De acordo com a equipa da IOHK, o Plutus é mantido como um código na cadeia simples para ser à prova de futuro e verificar o suporte. A camada computacional da Cardano criada para aplicações descentralizadas e contratos inteligentes ainda não está totalmente operacional, embora a rede tenha o seu primeiro projeto construído na plataforma. O primeiro projeto a ser construído com os contratos inteligentes da Cardano foi o Traxia, um projeto que funciona com interoperabilidade e lida com a conversão de faturas comerciais em contratos inteligentes, mas depois foi transferido para a Cadeia Binance.

A Fundação da Cardano

A Cardano tem três organizações que trabalham no desenvolvimento ativo da plataforma, IOHK, Emurgo e a Fundação Cardano. Estas equipas estão a trabalhar em conjunto para desenvolver a Cardano e a ADA como uma rede de criptografia e blockchain de terceira geração. A IOHK é a equipa de desenvolvimento líder com Charles Hoskinson, criador da Cardano e da ADA. A Fundação Cardano está sediada na Suíça e foca-se no crescimento da comunidade global da Cardano, garantindo a responsabilidade das partes interessadas e impulsionando a adoção da ADA e da Cardano.

A fundação trabalha de forma independente e também é responsável por fazer parcerias e moldar padrões e legislação comercial. Todas as três entidades fazem parte da Cardano, mas todas têm propriedade e liderança separadas. A Emurgo está sediada em Tóquio, Japão, e trabalha no desenvolvimento e suporte da Cardano. A Emurgo também incuba empreendimentos comerciais na Cardano. Juntas, as equipas estão a trabalhar para facilitar soluções eficazes com base na tecnologia de blockchain através do do projeto Cardano – a sua moeda nativa ADA e a rede Cardano.

Ainda não tem uma conta?

Registe-se já e comece a cambiar a sua criptomoeda favorita agora mesmo.

Crie a sua conta gratuita
English
Deutsch
Italiano
Français
Español
Nederlands
Polski
Svenska
Português
Türkçe