DigiByte (DGB)

1M
DGB
0.0213 USD -0.01%
0.00000231 BTC 0%
DGB
$ 0.0213 -0.01%
0.00000231 BTC 0%
Negocie agora
Grafico:
  • 1M
  • 3M
  • 6M
  • 1Y
  • ALL
Graph data for DigiByte is currently unavailable.
O que é DigiByte?
DigiByte (DGB) é uma forma de criptomoeda, que é um ativo digital com um ambiente de blockchain descentralizado. A DGB apareceu pela primeira vez em 2014, cinco anos depois da Bitcoin ter aparecido como a primeira criptomoeda a alguma vez ter sido desenvolvida. Com a implementação de tempos de processamento mais rápidos para transações com base na DGB, a equipe de DigiByte afirma que a DGB é executada como uma das blockchains mais compridas entre criptomoedas.

DigiByte é uma altcoin, o que significa que é uma moeda alternativa à Bitcoin. Oferece funcionalidades melhoradas que facilitam a velocidade e eficácia. O que é interessante sobre a DigiByte é que a equipe por detrás da cripto nunca organizou uma venda de ICO ou de fichas para lançar a DGB, o que é definido através da ideia de total descentralização. Contudo, DGB e a blockchain da DigiByte não pertencem a uma empresa privada.

A DigiByte é a saída de transação não gasta (UTXO) mais rápida, mais longa e mais segura do mundo. A UTXO é uma forma de dinheiro eletrônico abstrato que confirma a propriedade. É uma cadeia na qual propriedade digital está contida. Esta cadeia representa uma assinatura digital que assina transações. Basicamente, a DigiByte executa numa blockchain descentralizada semelhante à da Bitcoin.

DigiByte é um ambiente de fonte aberta descentralizado, tal significa que esta cripto se baseia no mesmo princípio que a Bitcoin. Também foi desenvolvida com base na Bitcoin Core. Contudo, a equipe da DigiByte queria fazer o que quase todas as equipes de desenvolvimento de altcoins querem fazer: melhorar a arquitetura básica da Bitcoin. Este trabalho é geralmente feito ao tornar transações mais rápidas e mais eficientes em termos de custo enquanto aborda questões de escala que se notaram na Bitcoin.

Tempos de transação podem tornar-se mais eficazes ao aumentar o tamanho de blocos para que os blocos que compõem as correntes e transações transportadoras podem processar mais dados a um ritmo mais rápido. Para tornar a rede mais rápida e transações mais eficazes, a equipe da DigiByte adicionou algumas alterações cruciais ao código. A DGB implementou um ajuste de dificuldade em tempo real, um bloco de tempo de 15 segundos e segurança melhorada. Durante o desenvolvimento inicial, a equipe por detrás da DGB decidiu colocar um foco especial em segurança cibernética, pagamentos e velocidade de transações aumentada.

Outro aspeto interessante sobre a DigiByte é que a equipe da DGB teve muitos “primeiros”. A DGB foi a primeira altcoin a implementar Testemunha Segregada (SegWit) com sucesso. A equipe por detrás deste ativo digital também contribuiu para o desenvolvimento geral das funcionalidades e protocolos à base de blockchain, criando, DigiShield, Odocrypt, DigiAssets e o protocolo de extração da MultiAlgo.

Algumas blockchains, incluindo Ethereum e Bitcoin Cash, adotaram alguma da tecnologia da DigiByte, tal como a DigiShield por exemplo. Ao trazer novidades para o setor da tecnologia e inovação da blockchain e o domínio do desenvolvimento da criptomoeda, a DigiByte encontrou o seu lugar dentro da adoção mais ampla.

Como é Que a DigiByte Funciona: Protocolos e Arquitetura

A DigiByte é baseada num protocolo de UTXO e de Prova-de-Travalho(PoW). Contudo, existem diferenças cruciais entre a forma como a Bitcoin usa PdT e a forma como a DGB o usa.

A DigiByte pode ser extraída, tal como a Bitcoin e outras altcoins e criptos baseadas na Bitcoin Core. Isso significa que extratores trabalham em manter a rede segura, validando transações e prevenindo o duplo gasto da DGB ao confirmar transações.

Para tornar o processo de extração mais eficaz, a equipe de DGB implemento cinco algoritmos diferentes dedicados à extração de DGB. Estes algoritmos são baseados em PdT e são igualmente distribuídos na blockchain para separar a energia usada para extrair e tornar a rede segura. Esta funcionalidade é conhecida como a extração MultiAlgo.

O ajuste de dificuldade para nós usados na rede é regulado pela tecnologia de MultiShield, que foi também criada pela equipe de desenvolvimento da DigiByte. Funcionalidades de MultiShield certificam-se de que nenhum dos cinco algoritmos prevaleça como dominante, assegurando que cadeias mais pequenas não podem ser manipuladas.

A DigiSign é outra das funcionalidades da DigiByte. Ativa validação fácil e perfeita, enviando e incorporando documentos e dados dentro do sistema de blockchain da DigiByt. Outras funcionalidades criadas com a tecnologia da DigiByte são DigiShield, Odocrypt e DigiSpeed.

DigiShield é uma funcionalidade criada pela equipe por detrás da DGB para abrandar a dificuldade. Foi lançada pela primeira vez em fevereiro de 2014 e desde então tem sido adotada por várias blockchains, tais como Ethereum, Dogecoin, Zcash e Bitcoin Cash. Garante a proteção contra extração de grandes quantidades de DGB em vários grupos DGB numa dificuldade mais baixa. A DigiShiled pode recalcular a dificuldade do bloco, inspecionando cada bloco e corrigindo extração de vários grupos no início ou fim de operações.

Odocrypt foi feito para prevenir extratores de ASIC de se juntarem a grupos de extração de DigiByte, que diminui a competitividade na extração. O algoritmo protege a rede de ASICs ao alterar detalhes de hash acada dez dias.

DigiSpeed é uma funcionalidade que permite tempos de processamento mais rápidos e permite blocos de 15 segundos na blockchain, tornando a rede mais escalável do que a Bitcoin e muitas outras redes. Graças à DigiSpeed, a rede da DigiByte consegue processar cerca de 560 transações por segundo, tornando a DigiByte 40 mais rápida do que a Bitcoin.

Existem 21 biliões de unidades de DGB no fornecimento total, com 150 milhões do fornecimento a ser pré-extraído.

A blockchain da DigiByte é feita de três camadas diferentes. A Camada de Protocolo Principal ou a Camada de Rede Global é a base de toda a blockchain, apoiando toda infraestrutura e colocando como camada de fundo da blockchain de DigiByte. No topo da Camada Principal está o Ativo Digital ou Camada de Registos Públicos, que fornece administração e segurança. Esta camada é a camada do meio. Contém unidades de DigiByte, o registo público imutável e os cinco protocolos de extração. Novas unidades de DGB são criadas através do processo de extração. A camada de topo é chamada Camada de Aplicação ou Camada de DigiAssets. Permite o desenvolvimento de outros ativos digitais no topo da cadeia da DigiByte. Esta camada, que é a primeira camada do ecossistema da DigiByte, permite o desenvolvimento de DApps e a utilização de contratos inteligentes, tornando-a num ambiente à base de blockchain rígido e seguro.

A DigiByte é um ecossistema complexo de diferentes funcionalidades, arquitetura por camadas e mecanismos melhorados em oposição ao código original usado para criar a Bitcoin. Ainda assim, a DigiByte está longe de superar a BTC quando se trata de capitalização de mercado e partilha de mercado.

Trade DGB

DigiByte: Origens e História

O desenvolvimento da DigiByte aconteceu em 2013, mas o bloco de origem não foi lançado até janeiro de 2014, que é a data oficial do lançamento inicial de DGB e da blockchain de DigiByte. A cripto não pertence a uma empresa privada. Foi criada por Jared Tate, que é também o fundador da blockchain de DigiByte.

Jared Tate foi introduzido à Bitcoin pela primeira vez em 2012, três anos depois de a BTC ter sido lançada oficialmente para o público. Tate planeou melhorar o protocolo da Bitcoin Core. O seu plano acabou por culminar no desenvolvimento de uma altcoin completamente nova que conhecemos como sendo a DigiByte.

Enquanto a Bitcoin foi lançada para representar a primeira moeda de pessoa para pessoa para transações monetárias descentralizadas, Tate queria criar um novo ativo digital com base no protocolo da Bitcoin Core e que honrasse a descentralização como valor principal dos mecanismos e arquitetura da blockchain mas com melhorias que iriam torná-la mais segura, de maior confiança, mais rápida e mais eficiente. Para além disso, Tate queria criar mais do que uma moeda, que é por isso que a DigiByte avançou ao apresentar produtos de blockchain inovadores que permitem integrações e implementações de IoT e IA. Também trabalhou especificamente em melhorar o nível geral de segurança cibernética.

A equipe da DigiByte visualizou a sua moeda como mais do que apenas uma moeda e, é por isso que decidiu não angariar fundos através da DGB dentro de uma venda de ICO ou de fichas. A equipe da DigiByte, liderada por Tate, reparou que a tecnologia de blockchain tem um potencial amplo e este potencial podia ser capturado num ativo digital dentro de um ambiente de blockchain, bem como vários outros setores.

Alegadamente, a tecnologia da DigiByte pode ser usada para resolver até 90% dos problemas de segurança para operações online e comunicações. Para além disso, a tecnologia da DigiByte pode ser usada para integrar em utensílios e dispositivos IoT, melhorando a forma como a comunicação robusta funciona. Para além disso, a equipe da DigiByte está dedicada em explorar usos de IA e tecnologia com base em DGB para facilitar inovação no setor de IA, dados e automação.

Trade DOGE

Carteiras de DigiByte (DGB)

A DigiByte pode ser armazenada em carteiras de hardware ou de software. Cada carteira é concebida para fornecer segurança aos fundos ao mesmo tempo que torna saldos e fundos acessíveis a proprietários de chaves privadas.

Carteiras de hardware têm o maior nível de segurança, armazenando chaves privadas fazendo com que os fundos sejam mais difíceis para os hackers roubarem. A DGB pode ser armazenada com segurança em carteiras de hardware tais como Nano Ledger S e Nano Ledger X.

A equipe por detrás da DGB criou uma carteira de software chamada DigiByte Core. É uma carteira de computador. A DigiByte Core fornece segurança para os seus fundos de DGB e está a contribuir para a segurança da rede ao escolhê-la.

Carteira Guarda para unidades de DGB oferece uma versão para celular, computador e web. Algumas funções da carteira podem ser sincronizadas através de dispositivos para fácil gestão de fundos de DGB. A Carteira Guarda também oferece alterações diretas entre DGB e outras criptos.

Utilizadores podem criar também carteiras de papel para DGB ao visitar a página Walletgenerator.net. A DGB também pode ser armazenada em trocas que apoiam a DigiByte e oferecem serviços de custódia.

Comunidade da DigiByte

Tudo começou com a Bitcoin e a ideia de Jared Tate para criar uma versão atualizada e mais rápida da arquitetura da Bitcoin Core. Foi assim que um ambiente com base em blockchain por camadas e complexo foi criado e representado na DigiByte.

Desde 2014, a rede da DGB e da DigiByte desenvolveram-se para uma comunidade de apoio que é importante para o projeto. A DigiByte chegou a onde está hoje graças às dezenas de milhares de membros da comunidade. É um projeto de blockchain de fonte aberta, completamente descentralizado que não pertence a nenhuma empresa privada ou entidade.

A ideia e prática da descentralização são muito importantes para a DigiByte. Por causa da importância da comunidade para o desenvolvimento e funcionalidade do projeto, a Comunidade Global da DigiByte criou canais de Telegram para manter a atividade da comunidade envolvida e atualizada. Tem canais para apoio técnico, informação sobre extração, desenvolvedor de discussões, discussões da comunidade, marketing e informações de notícias. A Comunidade Global da DigiByte enfatiza devidamente a arquitetura de fonte aberta e descentralização da DigiByte.

Ainda não tem uma conta?

Registe-se já e comece a cambiar a sua criptomoeda favorita agora mesmo.

Crie a sua conta gratuita
English
Deutsch
Italiano
Français
Español
Nederlands
Polski
Svenska
Português
Türkçe